Voar é um desejo que começa em criança!

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Esquadrilha da Fumaça

EDA forma três novos pilotos de demonstração aérea
Três aviadores da Esquadrilha da Fumaça se formaram no Curso de Piloto Operacional de Demonstração Aérea (PODA) em suas respectivas posições de voo na última semana de junho de 2017. O Major Marcelo Oliveira da Silva se formou na posição de número 1, que lidera a Esquadrilha, podendo revezar a posição, agora, com o Comandante da Fumaça, Tenente-Coronel Líbero Onoda Luiz Caldas. O Capitão Pedro Augusto Esteves se formou na Ala Esquerda Externa, número 5, podendo alternar a posição com o Capitão Nilson Rafael Oliveira Gasparelo. E o Capitão Felipe Caldoncelli Barra se formou na Ala Direita Externa, número 6, e poderá revezar com o Major José de Almeida Pimentel Neto. Os três completaram a fase avançada do curso e, agora, estão preparados para participar de apresentações da Esquadrilha da Fumaça. A fase avançada consiste em executar toda a demonstração realizada com suas acrobacias e encaixes de acordo com a posição de voo. O treinamento é concluído após a realização de 60 missões para os pilotos novatos das posições de 5 e 6. Já para a posição de líder, foram 40 missões feitas, uma vez que o Major Marcelo já possuía experiência em demonstrações na Fumaça. Ele já voou na Ala Direita (número 2) e como Isolado (número 7). Após receber os cumprimentos da equipe, o Major Marcelo agradeceu o apoio de todos. “Poder ter a experiência de voar em três posições na Fumaça, aumentando a operacionalidade do grupo, é muito gratificante. Agradeço o apoio do instrutor e de todos da equipe que foram fundamentais para sempre avançar e levar a Fumaça para frente”, ressaltou. Ao lado de sua família, o Capitão Esteves descreveu o momento especial. “É realmente incrível ter a sensação de voar sozinho durante uma demonstração. A equipe cumpriu mais essa missão de formar novos pilotos e desejo, assim, vida longa à Fumaça”, disse. Realizando o sonho de adolescente, o Capitão Barra também comentou sobre sua conquista. “Estou me sentindo realizado hoje. É um curso difícil, que exige bastante dedicação. Poder realizar esse sonho meu de longa data é um momento único na minha vida. É só o início de muitas demonstrações que estão por vir. Agradeço o apoio de todos, da minha família, da Força Aérea e da equipe em geral. Fumaça...Já!”, finalizou.

Fonte: www.fab.mil.br